| início | q.e. | prateleira | o pirulito | créditos |
7.6.10
14 comentários.

"Pessoas fúteis entram em extinção
Pesquisa do Ibope confirma que em menos de um ano o percentual caiu em 96%.


Chega de disperdiçar dinheiro com esmaltes, chapinha ou sapatos. Chega de achar que o luxo é o melhor caminho a se seguir. Chega de humilhar ou diferenciar os pobres dos ricos-materialmente. Segundo o Ibope esses tipinhos estão em extinção e em menos de um ano desapareceram completamente. "

Foi essa a surpreendente notícia que me deparei ao abrir o jornal O Globo do dia primeiro de abril de dois mil e treze. Já pensou: o mundo sem as futilidades da vida? Seria maravilhoso, mas será que alguém, além de mim, sobreviveria? Um mundo livre dos padrões de beleza, de festas chatas onde a maior parte dos convidados são para serem como meros figurantes, dos livros de autoajuda como Um guia para a adolescência, como se alguém pudesse me auxiliar numa das fases mais importantes da minha vida onde sou eu quem tenho que aprender a tomar minhas decisões. É bem longe desse mundo aparentemente surreal e paralelo em que eu supostamente vivo: dane-se meu corpo; danem-se as festas de quinze anos em que você é a verdadeira Cinderela, que uma hora vai voltar a ser a Gata Borralheira; danem-se as séries que são modinhas; mas principalmente VIVA o bom livro e a boa educação. É esse o meu mundo, já extinto de futilidades por natureza, extinto do inútil. Junte-se a mim!

*Sofia Nunez ficou com zero na matéria Futilidade Global.

É, a inspiração não chegava, mas agora chegou e foi isso que saiu. Espero que alguém entenda. E a pauta foi para o Blorkutando, que depois de séculos eu não participava.



topo

Posts Antigos



Estatísticas
O Pirulito tem
Comentários
em Postagens



Piruliteiros



O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário. (Albert Einstein)